sábado, 8 de agosto de 2009

Sobre as Coisas que Eles (não) Sabem

Para aquele que vive tomando Café da Manhã em Plutão


(Photo by VJrockphotography)



" As pessoas falam coisas, e por trás do que falam há o que sentem, e por trás do que sentem, há o que são e nem sempre se mostra ..." (Caio F. In Morangos Mofados)


E lá vem ele com aquele jeitinho único. Jeito de mistura. Menino, homem... que no fim, não sabe o que causa a ela. Ele naquela delicadeza dele. Um silêncio típico,frieza com gosto de café. Uma eterna busca de questionamento sobre o quê ela é ou o quê os dois são quando estão (quase) juntos. Nem ele sabe. Nem ela. E para que saber? Uma sensibilidade de quem vive em meios dos versos, crônicas, sons, gostos, imagens cinematográficas e ausências que perpassam o tempo.... Ele e ela...às vezes numa coisa só. Um silêncio maquiado, palavras que dizem sem dizer. Aquela coisa que faz lembrar o cinema mudo. Tanta coisa não-vivida-não-entendida. Tantas palavras não ditas. O quase todo e devastador silêncio.
Às vezes me pergunto o porquê do distanciamento desses dois. Tanta coisa em comum, tanta literatura e tantas coisas meio caioclaricianas para se discutosentir . Tanto não pensar sobre um (não) querer.
É essa falta de (des) entendimento que a leva a (não) pensar sobre tantas (não) coisas. Sobre tantos textos não terminados sobre ele. Sobre tantas entrelinhas, sobre os (não)sentires. Sobre o telefone que toca e não se sabe bem o que dizer. Sobre o convite para um café não aceito. Sobre os medos mascarados, sobre as pausas... Sobre. Sobre.

E. Alvarez

5 comentários:

eu disse...

...

diariodoesporte disse...

Que texto bonito. Inspirado. Gostei de ver. Vc está mais leve em vários sentidos, parabéns!

Clarissa Marinho disse...

Leve,mas profundo!E imitando Caio só digo isso "Que seja doce"! ;)

Letícia disse...

Você inventa palavras e escreve acrósticos. Faz tempo que não venho aqui.

Beijos, Caioclariciana Eveline.

misterioso disse...

...caioclariciana...bom